Procedimentos - Cauterização Química

A cauterização química envolve a aplicação de uma substância sobre uma lesão, com o objetivo de removê-la. Após a aplicação do produto, a região fica esbranquiçada e pode arder.

Ao redor do local tratado a pele pode ficar vermelha, irritada e até inchada. Nos dias subsequentes, a área escurece e fica enrijecida, devido ao processo de regeneração celular.

Duas semanas após o procedimento, as crostas que se formam sobre a região são eliminadas. Normalmente, usa-se a técnica para tratar queratoses actínicas, queratoses seborreicas, verrugas virais, granuloma piogênico (área sangrante que pode surgir após um trauma ou machucado na pele ou mucosa), entre outros problemas. Podem ser necessárias várias sessões, a depender do tipo de lesão tratada.